Casas de Isopor: Como Fazer?

Já falamos anteriormente sobre o Poliestireno Expandido (EPS), ou isopor, como conhecido popularmente, material que exibe diversas características favoráveis para a construção civil, como condutibilidade térmica, classificação antichamas e resistência à deformação. Já sabemos que o isopor pode ser utilizado como material construtivo, além de ser sustentável, mas para entendermos melhor como o processo funciona, nada melhor do que exemplificarmos na prática modelos de casas de isopor.

Como fazer uma casa de isopor?

Os painéis de isopor devem ser encomendados após a aprovação do projeto, ou seja, a empresa fabricante irá produzir as paredes da casa já com as aberturas das portas, janelas etc. Já no canteiro de obra, as paredes de isopor são posicionadas no meio entre duas telhas de aço e na parte externa da casa, é feito um preenchimento com argamassa.

Casa de Isopor

Casa de Isopor em execução

A casa de isopor é considerada uma obra de construção a seco, ou seja, não utiliza água na execução. A fundação da casa é feita no estilo radier, e após a finalização do processo, os painéis de isopor são fixados. Lembrando que para a instalação dos sistemas elétricos e hidráulicos, o pedreiro precisa derreter o material para criar as caixas de passagem.

Vantagens do sistema

A construção de casas de isopor apresenta inúmeras vantagens, não só sustentáveis como econômicas. Em alguns casos, é possível reduzir até 50% dos custos, pois é um material mais barato quando comparado aos convencionais. Entretanto, a redução de custos neste caso não é sinônimo de desconforto, uma vez que o EPS oferece ótimo conforto térmico e acústico. O processo não limita a escolha dos revestimentos e acabamentos, que podem ser escolhidos e instalados assim como em uma casa de alvenaria, por exemplo.

Além das vantagens econômicas, as casas de isopor são consideradas sustentáveis, pois apesar do isopor não ser um material biodegradável, é reciclável, ou seja, as sobras de obra podem ser recolhidas e recicladas, podendo ser utilizadas mais tarde como molduras, rodapés etc. O sistema também não utiliza água e não agride as águas subterrâneas e o subsolo, além de evitar a utilização do ar condicionado, já que disponibiliza de bom conforto térmico.

Casas de Isopor

Casa de Isopor em execução

Casa de Isopor

Casa com paredes de Isopor em Maresias, litoral de São Paulo

É importante ressaltar que o material usado para a construção de casas não é o mesmo que costumamos ver nas embalagens e objetos do dia a dia, já que o EPS utilizado na construção civil apresenta maior densidade e resistência, podendo ser até 30% mais resistente do que uma casa de alvenaria, tornando possível a construção de edificações de até 4 pavimentos. Por fim, podemos concluir com êxito que o isopor é uma ótima opção construtiva, podendo auxiliar economicamente e principalmente sustentavelmente.